Integrante de facção criminosa é preso em Criciúma

Wellington foi o sétimo bandido preso por conta do envolvimento na morte do vigilante.

Por Tcharlles Fernandes

No início da tarde desta quinta-feira, dia 30, uma equipe da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça se deslocou até Criciúma com objetivo de dar cumprimento ao mandado de prisão temporária expedido em desfavor de Wellington da Silva, vulgo "Gibi", de 19 anos.

O bandido é acusado de participar efetivamente da morte de um vigilante na cidade de Palhoça e em seguida fugir para o sul do estado.

O trabalho investigativo resultou na prisão do indivíduo, que estava escondido no bairro Santo André. Ao ser interrogado, Wellington confessou parte da execução do homicídio e detalhou acerca da dinâmica dos fatos. O acusado apresentou aos policiais civis um casaco que alega ter utilizado no momento do crime.

Wellington foi o sétimo bandido preso por conta do envolvimento na morte do vigilante. Outros seis criminosos já haviam sido identificados e presos pelos policiais civis. 

O preso permanece no sistema prisional a disposição da Justiça, enquanto isso as investigações continuam no sentido de identificar outros envolvidos.

O crime

O vigilante Sidnei Brits Goulart, de 48 anos, foi assassinado na manhã do dia 29 de março deste ano na cidade de Palhoça. A vítima, que trabalhava em uma empresa terceirizada no Fórum de Palhoça foi morto a tiros no bairro Frei Damião, perto da casa onde morava. O corpo do vigilante foi colocado no porta-malas de um carro e abandonado horas depois em outro bairro do município.

De acordo com a delegada Raquel de Souza Freire, da DIC, os bandidos mataram a vítima porque suspeitavam que o vigia seria informante da polícia. O assassinato foi encomendado por uma facção criminosa e teria sido determinado pelo presidiário Gustavo da Rocha Menezes Salum, o “Dancinha”, que cumpre pena na Penitenciária de São Pedro de Alcântara.

Recomendados para você

Bandidos roubam empresários em Criciúma

Bandidos roubam empresários em Criciúma

Um casal de empresários do ramo imobiliário, moradores de um prédio localizado no Centro, em...

Mais uma vida é salva pela Polícia Militar

Mais uma vida é salva pela Polícia Militar

Gostamos de pensar que a vida humana não tem preço. Também gostamos de pensar que todas as...

Corpo carbonizado é encontrado em Criciúma

Corpo carbonizado é encontrado em Criciúma

Após 87 dias sem registro de homicídio em Criciúma, a Polícia Militar foi acionada por volta...