Falso sorteio: estelionatário aplica golpe em várias vítimas utilizando página de “notícias” em Criciúma

Até o momento o administrador da página não foi localizado.

Por Tcharlles Fernandes

A prática de realizar sorteios utilizando o Instagram tem viralizado dia após dia em todo Brasil. São sorteios de celulares, carros, motos e dinheiro, todos sem a regulamentação do Ministério da Economia, responsável pelos sorteios no país. Na grande maioria das vezes, os sorteios ocorrem sem intercorrências e os prêmios são pagos aos ganhadores, porém em Criciúma o proprietário de um site chamado Criciúma Ligada na Notícias (CLN) aplicou um golpe em diversas pessoas e desapareceu.

O golpe

Conforme uma das vítimas, com o pretexto de realizar um sorteio de fim de ano no Instagram, o responsável pela página da CLN entrou em contato com ele no final de novembro, propondo uma parceria, onde a empresa da vítima ganharia novos seguidores se fosse patrocinadora do suposto evento que iria acontecer. A campanha daria R$ 1.000 via PIX e o ganhador seria conhecido dia 31/12/2021. O empresário disse que depositou R$ 100 na conta do administrador da página e aceitou participar do sorteio como patrocinador. 

Para que os interessados estivessem aptos a participar do sorteio, eles deveriam seguir a página da CLN e todos os perfis que a página estivessem seguindo (12 perfis), além de ter que comentar na publicação da promoção. A nossa reportagem apurou que ao menos 10 patrocinadores fizeram o pagamento de R$ 100 ao estelionatário. 

Ontem, na hora (17h) do sorteio, os seguidores da página e os patrocinadores perceberam que haviam sido vítimas de um golpe. Todos os endereços da página (Facebook, Instagram e site) foram desativados, inclusive as contas no WhatsApp. Em consulta ao CNPJ da empresa, a situação consta como ativa, desde 08/07/2021.

Até o momento, ao menos duas empresas fizeram notas de esclarecimentos (leia abaixo) sobre o caso e registraram a situação na Polícia Civil (PC). O caso já está sendo investigado e o administrador da página poderá responder pelo crime de estelionato, que prevê de um a cinco anos de prisão. 

Cuidados que são necessários para não cair em um golpe

Para o delegado da Polícia Civil de Santa Catarina (PCSC), Antônio Márcio Campos Neves, as pessoas precisam ter mais cuidado. 

Estelionato vem do latim, stelio, que quer dizer camaleão. O camaleão é um animal que muda de cor de acordo com o ambiente para enganar suas presas. 

Com o avanço da tecnologia, algumas facilidades foram proporcionadas ao cidadão, mas ao mesmo tempo é um um ambiente propício para a prática de estelionato. São locais em que criminosos estão usando e abusando para aplicar golpes.

A grande dica é, de um jeito ou de outro, procurar algumas práticas ou condutas mais  “antigas” ou tradicionais, como ligação convencional ou de vídeo, verificar os perfis e as plataformas antes de qualquer transferência em dinheiro e, se possível, visitar os locais ou ter um encontro com o vendedor. Temos que ter o cuidado redobrado em ambientes virtuais, disse o delegado.

Leia as notas das empresas  

Recomendados para você

Unesc celebra 141 anos de Criciúma

Unesc celebra 141 anos de Criciúma

De Fucri à Unesc, instituição fez parte e transformou os caminhos da cidade

'Realmente, nos afligiu desde o início', diz Bolsonaro sobre a pandemia

'Realmente, nos afligiu desde o início', diz Bolsonaro sobre a pandemia

Na época em que os primeiros casos de Covid-19 eram registrados no país, presidente chegou a dizer que havia 'histeria' sobre a doença.

Curso de inglês de jovem de Araranguá é sucesso no Brasil inteiro

Curso de inglês de jovem de Araranguá é sucesso no Brasil inteiro

“Inglês de uma vez por todas”, curso do Teacher Bueno, é a solução para quem achava que não tinha mais jeito de aprender a língua.