Governador anuncia para prefeitos que voltou atrás da revogação da quarentena

O anúncio oficial ainda não aconteceu.

Por Tcharlles Fernandes

Encerrou há poucos minutos a reunião do governo do Estado com representantes municipais. Ficou decidido que a quarentena será prorrogada, como confirmou o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, que esteve na reunião. Assim será revogada aquela flexibilização que começaria a partir de segunda-feira, 30.

"O governador anunciou que vai prorrogar (o decreto atual de fechamento do comércio) ou seja, será revogada aquela regra de flexibilização. Será decidido agora à tarde com os chefes do poder quantos dias terá validade esse novo decreto, sete ou dez dias, disse Joares.

O encaminhamento deve ser firmado pelo governador Carlos Moisés (PSL) e em breve o governo do Estado deve emitir nota com posicionamento oficial.

Os bancos e lotéricas abrirão segunda-feira, conforme anunciado pelo Governo do Estado, o que servirá de “termômetro”, porém o comércio permanecerá fechado.

“A decisão teve como base a preservação da vida. Haverá estrago na economia de Santa Catarina, do Brasil e no mundo sim, mas a preocupação é em tornar o sistema de saúde catastrófico. Santa Catarina tem 200 vagas na UTI e um pico que poderá chegar a 17 mil infectados”, colocou.

A Prefeitura de Criciúma também emitiu nota.

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, acabou de encerrar uma reunião, via videoconferência, com o governador do Estado de Santa Catarina, Carlos Moisés, e prefeitos das 15 maiores cidades catarinenses. Juntos, as autoridades debateram a prorrogação das medidas restritivas adotadas no Estado para manter o isolamento social com o objetivo de conter o avanço da transmissão do novo coronavírus (Covid-19).

Após a conversa, que iniciou por volta das 10h, ficou alinhado e decidido, junto às autoridades, que as medidas serão mantidas por, no mínimo, mais sete dias, podendo chegar a 10 dias.

A decisão final acontecerá até o final deste domingo (29).

A medida foi tomada em conjunto com todos os prefeitos envolvidos, e o governador Carlos Moisés se comprometeu em, a partir de agora, sempre debater as futuras decisões e decretos futuros relacionados à Covid-19, com os prefeitos.

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, também sugeriu que sejam incluídas no debate outras instituições como Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), entre outras entidades.

 

 

Recomendados para você

A importância das blitz para segurança do trânsito: “bandido não vem voando”

A importância das blitz para segurança do trânsito: “bandido não vem voando”

Na operação de hoje, um veículo de luxo foi apreendido por conta de débitos.

Criciúma é rebaixado à Série B do Campeonato Catarinense

Criciúma é rebaixado à Série B do Campeonato Catarinense

O time não conseguiu superar o Avaí e foi rebaixado.

Mãe e padrasto são presos por estupro de vulnerável em Içara

Mãe e padrasto são presos por estupro de vulnerável em Içara

O caso aconteceu na madrugada deste domingo.