Fake News: é falsa a informação que o deputado Jessé Lopes emprega um assessor “fantasma”

A matéria foi vinculada em site de fofocas.

Por Tcharlles Fernandes

Circulou em diversos grupos de WhatsApp na noite desta segunda-feira, dia 27, uma informação falsa a respeito de um assessor parlamentar lotado no gabinete do deputado estadual Jessé Lopes (PSL).

Em uma matéria vinculada em um site de fofocas, o assessor parlamentar Emerson de Aguiar é acusado de estar “conciliando” o trabalho na Assembleia Legislativa (Alesc) com a venda de caldo de cana em uma praia de Garopaba. O vídeo em que Emerson aparece trabalhando de ambulante na praia foi gravado nessa segunda-feira.

Ocorre que, desde quinta-feira, dia 23, a Alesc está em recesso. Os setores administrativos retornam às atividades em 3 de janeiro e os deputados estaduais só voltam em 2 de fevereiro. Portanto, o funcionário não estava em horário de expediente, logo não há nenhum problema na conduta de Emerson.

Através das redes sociais, o deputado criciumense se manifestou sobre a fake news em que foi vítima.

Emerson Aguiar é meu assessor externo e reside em Garopaba, mas jamais foi "fantasma". É um excelente funcionário e muito dedicado. Sim, todo ano, no verão, ele, junto com sua família, faz uma renda extra vendendo caldo de cana na beira da praia.

Neste momento, a ALESC está de recesso, ou seja, sem expediente, e todos podem fazer o que bem entenderem em qualquer horário. Assim que voltarmos do recesso do final de ano, ele continuará cumprindo o mínimo de 6h com seus deveres como funcionário comissionado em meu gabinete.

Todos os anos, a família complementa a renda com essa atividade, ficando a cargo do Emerson o pedido do alvará. Este ano, por desconhecer o conflito existente em ser funcionário público, o alvará foi negado. Contudo, o alvará existe em nome de seu irmão, e Emerson, assim como outras
pessoas da família, auxilia no negócio.

Site esquerdista de meia tigela publicando fake news e a oposição, que não tem do que me acusar a respeito ilicitudes, reverbera essa matéria. Estou me sentindo o Bolsonaro, que, quando deputado, também foi acusado de ter funcionária fantasma porque sua família tinha loja de açaí! Podem continuar procurando: não irão achar NADA, disse o deputado.

Recomendados para você

Traficantes são presos em operação policial em Içara

Traficantes são presos em operação policial em Içara

Cerca de 6kg de maconha foi apreendido.

Acidente grave resulta na morte de duas pessoas na entrada do Balneário Rincão

Acidente grave resulta na morte de duas pessoas na entrada do Balneário Rincão

A ocorrência segue em andamento.

Um fenômeno chamado Vendedor Sincero

Um fenômeno chamado Vendedor Sincero

A história de um jovem que atingiu o sucesso com muito esforço e dedicação.