Gás natural terá aumento médio de 11,64% em SC a partir de outubro

Alta do dólar motiva o reajuste.

Por Redação

O gás natural vai ficar mais caro para os catarinenses a partir de outubro. O aumento médio será de 11,64%, informou nesta segunda-feira Agência Reguladora de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc). O reajuste é excepcional e ocorre porque a agência constatou alta expressiva no custo de aquisição do insumo, causada pela flutuação do dólar, reforçou a SCGás, responsável pela distribuição.

O reajuste causará impacto em todos os segmentos atendidos pelo gás natural. Terá peso maior para motoristas que abastecem com GNV, que vão pagar 12,09% a mais pelo metro cúbico. Para as indústrias que utilizam gás como fonte de energia – caso do setor de cristais, aqui no Vale –, o incremento será de 11,63%. Para os segmentos comercial e residencial, os acréscimos serão de 7,48% e 5,83%, respectivamente.

Este será o segundo reajuste do gás natural em um período curto de tempo. Em junho, a Aresc já havia anunciado aumento com vigência a partir de julho. Na ocasião, o GNV ficou 27% mais caro. Para a indústria, o insumo subiu 26%. Para o comércio, 15% e para o segmento residencial, 11%.

Recomendados para você

SC é o segundo Estado do país que mais criou vagas de emprego em outubro

SC é o segundo Estado do país que mais criou vagas de emprego em outubro

Santa Catarina terminou outubro como o Estado com o segundo maior saldo positivo de vagas de...

 Taurus perde mais de R$ 400 milhões em valor de mercado em 2 dias

Taurus perde mais de R$ 400 milhões em valor de mercado em 2 dias

Dado é da Economatica; em dois pregões, as ações da empresa já despencaram mais de 50%.

'Gatos' fazem Brasil perder energia suficiente para abastecer SC por um ano

'Gatos' fazem Brasil perder energia suficiente para abastecer SC por um ano

Levantamento da Aneel mostra que, em um ano, 31,5 mil gigawatts foram furtados, desviados ou fraudados.