Polícia estima que milhões de reais foram levados em assalto no Aeroporto de Blumenau

De acordo a Polícia Civil, todo dinheiro que estava na aeronave foi levado.

Por Redação

Aos poucos questões sobre o assalto registrado nesta quinta-feira no Aeroporto Quero-Quero, em Blumenau, são esclarecidas. Pela primeira vez a polícia fala em um roubo na casa de milhões de reais. O valor exato ainda não foi informado nem mesmo ao delegado Egídio Ferrari, que cuida do caso.

Ele aguarda que a empresa Brinks, transportadora dos valores, registre o boletim de ocorrência e informe o montante levado pelos criminosos. O que se sabe é que apenas o dinheiro que estava na aeronave foi levado. Os malotes que estavam nos carros-fortes, não.

De acordo da Polícia Civil, tratava-se de uma troca de malotes, e os bandidos teriam planejado por um longo período o crime, pois a operação não é rotineira. A aeronave foi interceptada pelos criminosos na pista no momento da decolagem, quando a operação havia sido finalizada.

- Ninguém faz um roubo desse da noite para o dia - afirma Ferrari.

Além disso, os veículos tinham aberturas feitas antes do crime para posicionar as armas e atirar sem a necessidade de abrir janelas e portas.

Os dois carros - ambos já encontrados - são blindados. Pelo poder de fogo do grupo e violência empregada, o delegado acredita que são criminosos de fora de Santa Catarina.

As placas dos veículos usados na ação criminosa não têm registro de roubo. Um perícia será feita para averiguar a possibilidade de as placas serem clonadas. Mais detalhes da operação de buscas pelos bandidos não são repassados para não interferir nos trabalhos da polícia.

Recomendados para você

Após agredirem mulher, assaltantes morrem em confro com a PM em São José

Após agredirem mulher, assaltantes morrem em confro com a PM em São José

Segundo o delegado Manoel Galeno, da DIC, os dois assaltantes roubaram uma mulher, a agrediram e após fugirem foram localizados pela PM.

Estuprador é preso no bairro Mina União em Criciúma

Estuprador é preso no bairro Mina União em Criciúma

O criminoso foi condenado a 16 anos de prisão

Grande Florianópolis e Sul de SC receberão refugiados venezuelanos

Grande Florianópolis e Sul de SC receberão refugiados venezuelanos

Os refugiados serão acolhidos 15 casas-abrigos, em São José e Tubarão