Estelionatário é preso pela Polícia Civil em Criciúma

Os golpes estavam sendo aplicados em Criciúma e região.

Por Tcharlles Fernandes

A Polícia Civil, através da equipe de investigação da 1ª delegacia de Polícia de Criciúma, em conjunto com policiais da delegacia de Forquilhinha, prendeu na tarde de ontem (05) um criminoso de 27 anos de idade, oriundo do estado de São Paulo, logo após ter aplicado golpe em uma vítima na cidade de Criciúma, causando prejuízo de R$ 7.000.

Também foi identificada outra vítima do golpista na cidade, crime praticado no dia 04 de maio, que lhe rendeu um montante aproximado de mais R$ 7.000. O golpe consistia em contatar vítimas se passando por funcionário de agência bancária, informando que o cartão de crédito da vítima teria sido clonado e bloqueado, orientando-a a ligar para o 0800 do banco, fazendo com que a vítima passasse seu número de cartão e senhas, e que um funcionário do banco passaria na residência da vítima para pegar o cartão, e estornar os supostos valores indevidos.

Com o conduzido foi apreendido cinco máquinas de cartão, cartão de crédito, dinheiro e telefone celular. O bandido foi autuado em flagrante delito pelo Delegado Gabriel Marcondes da Central de Plantão Policial, que também representou sua prisão preventiva, encaminhado o autor ao presídio Santa Augusta, onde permanece à disposição da Justiça.

Recomendados para você

GR-9 é destaque em Criciúma: grupo policial lidera prisões e apreensões na cidade

GR-9 é destaque em Criciúma: grupo policial lidera prisões e apreensões na cidade

Os policiais da GR-9 são divididos em três equipes compostas por três agentes em cada guarnição.

Feriado sem maconha: Polícia Civil apreende cerca de duas toneladas de maconha em Criciúma

Feriado sem maconha: Polícia Civil apreende cerca de duas toneladas de maconha em Criciúma

Foi apreendido cerca de 2440 quilos de maconha.

Anasc é referência em proteção veicular na região sul de Santa Catarina

Anasc é referência em proteção veicular na região sul de Santa Catarina

Existem cerca de três milhões de placas associadas que já aderiram esse modelo de proteção veicular colaborativa no Brasil.