PF cumpre mandado em Criciúma em operação contra tráfico internacional de drogas

Agentes cumpriram 34 mandados de prisão e 50 mandados de busca e apreensão em 12 cidades de Santa Catarina.

Por Tcharlles Fernandes


A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (10) a Operação 'Shipping Box' contra o tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e formação de uma organização criminosa. De acordo com as investigações, o grupo alvo da ação é suspeito enviar cocaína para a Europa por portos de Santa Catarina e outros estados do país. Parte das substâncias ilícitas era fabricada na Bolívia.

Cerca de 250 policiais cumpriram 34 mandados de prisão e 50 mandados de busca e apreensão em 15 cidades de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro. No estado, 29 pessoas foram presas em ações que ocorrem em Joinville, Itapoá, Jaraguá do Sul, São Francisco do Sul, Itajaí, Navegantes, Balneário Piçarras, Barra Velha, Itapema, Canelinha e Criciúma.

Nas buscas que ocorreram em Criciúma, um comerciante do ramo de carros, morador da área central, próximo à Praça do Congresso, teve o apartamento vasculhado pela PF. Os agentes saíram do edifício com vários objetos na apreendidos. No momento do cumprimento do mandado, ninguém estava em casa.

Segundo o delegado Vinicius Faria, durante as investigações foram apreendidas aproximadamente 6 toneladas de cocaína e presas oito pessoas em flagrante delito em Santa Catarina. Nesta quinta, estão sendo sequestrados 68 veículos, 23 imóveis e 2 embarcações. Além disso, haverá o bloqueio de 30 contas bancárias de vários investigados.

Para embarcar as drogas, a organização criminosa e suspeita de cooptar funcionários dos portos, criar compartimentos falsos em caminhões para transporte de traficantes e cargas e até a criação de empresas de logística.

Além do envio de drogas para países da Europa, o grupo é suspeito pulverizar as substâncias para abastecer organizações criminosas dedicadas ao tráfico no Brasil. Alguns investigados são apontados por realizar esquemas de lavagem de dinheiro através de empresas fictícias e aquisição de ativos como ouro e até mesmo de criptomoedas.

A operação recebeu o nome 'Shipping Box' em alusão, em inglês, ao método de atuação da organização criminosa, que usava o sistema de despacho marítimo de drogas escondidas em contêineres. Os investigados podem responder pelos crimes de tráfico de drogas e formação de organização criminosa.

Recomendados para você

Casal morre ao ser atropelado em Meleiro

Casal morre ao ser atropelado em Meleiro

Motorista causador do acidente abandonou veículo e fugiu sem prestar socorro

Polícias Militar e Civil recebem 129 novas viaturas em Santa Catarina

Polícias Militar e Civil recebem 129 novas viaturas em Santa Catarina

Até o final do ano mais 200 viaturas serão entregues

Ladrão é preso em flagrante

Ladrão é preso em flagrante

Na madrugada deste domingo, dia 29, soldados da Rocam, após acompanhamento tático recuperam...