Transexual moradora de Criciúma é morta em Florianópolis

Uma jovem de 20 anos de idade, que estava desaparecida desde quinta-feira, dia 30, foi...

Por Tcharlles Fernandes

Uma jovem de 20 anos de idade, que estava desaparecida desde quinta-feira, dia 30, foi encontrada morta hoje em Florianópolis. Júlia Volp era moradora de Criciúma e viajou para a Capital para trabalhar como garota de programa. De acordo com o namorado da vítima, Júlia viajou com uma amiga também trans para ficarem em uma casa na Vargem do Bom Jesus. Ela buscava juntar dinheiro para viajar para a Itália e guardava cerca de 700 euros na bolsa. Ainda de acordo com o namorado da vítima, Júlia havia viajado para a Itália, mas foi barrada na imigração. O objetivo de trabalhar na Ilha era recuperar o dinheiro e voltar para a Europa. O corpo de Júlia foi encontrado por volta das 13h desta segunda-feira, dia 4, no bairro Ingleses, em Florianópolis. A princípio a polícia trata o caso como homicídio. O corpo de Júlia estava em avançado estado de decomposição. Uma perícia apontará a exata causa da morte. A Polícia Civil investigará o que motivou o crime.

Recomendados para você

Criciúma registra o sétimo homicídio do ano

Criciúma registra o sétimo homicídio do ano

A vítima ainda não foi identificada.

Homem morre atropelado na Avenida Centenário

Homem morre atropelado na Avenida Centenário

O acidente aconteceu no final da noite deste sábado.

Homem é morto e esquartejado em Criciúma

Homem é morto e esquartejado em Criciúma

A vítima possuía passagens pela polícia