Transexual moradora de Criciúma é morta em Florianópolis

Uma jovem de 20 anos de idade, que estava desaparecida desde quinta-feira, dia 30, foi...

Por Tcharlles Fernandes

Uma jovem de 20 anos de idade, que estava desaparecida desde quinta-feira, dia 30, foi encontrada morta hoje em Florianópolis. Júlia Volp era moradora de Criciúma e viajou para a Capital para trabalhar como garota de programa. De acordo com o namorado da vítima, Júlia viajou com uma amiga também trans para ficarem em uma casa na Vargem do Bom Jesus. Ela buscava juntar dinheiro para viajar para a Itália e guardava cerca de 700 euros na bolsa. Ainda de acordo com o namorado da vítima, Júlia havia viajado para a Itália, mas foi barrada na imigração. O objetivo de trabalhar na Ilha era recuperar o dinheiro e voltar para a Europa. O corpo de Júlia foi encontrado por volta das 13h desta segunda-feira, dia 4, no bairro Ingleses, em Florianópolis. A princípio a polícia trata o caso como homicídio. O corpo de Júlia estava em avançado estado de decomposição. Uma perícia apontará a exata causa da morte. A Polícia Civil investigará o que motivou o crime.

Recomendados para você

Até o momento, 30 acidentes de trânsito são registrados em Criciúma

Até o momento, 30 acidentes de trânsito são registrados em Criciúma

Felizmente ninguém se feriu com gravidade.

Rocam apreende mais uma arma de fogo em Criciúma

Rocam apreende mais uma arma de fogo em Criciúma

Além da arma um criminoso procurado pela Justiça foi preso.

Buscando aproximar a população da vivência com armas, Clube de Tiro é inaugurado em Criciúma

Buscando aproximar a população da vivência com armas, Clube de Tiro é inaugurado em Criciúma

Trata-se do primeiro Clube JUST IN TIME do Sul de SC.