Contra a família, igreja e Polícia Militar, “meia dúzia” de pessoas se reúnem em Criciúma

O ato reuniu movimentos de esquerda.

Por Tcharlles Fernandes

Contrariando o decreto vigente do governo de Santa Catarina que proíbe aglomeração de pessoas em decorrência do novo coronavírus, cerca de 30 manifestantes saíram pela ruas do Centro de Criciúma na manhã desde domingo (07). 

Os participantes gritavam palavras de ordens contra a Polícia Militar, contra a família, igreja e contra o governo do presidente Jair Bolsonaro. Intitulados como Antifas, seguindo a modinha de outros movimentos, os participantes pregavam antes da manifestação que o ato seria contra o racismo, porém durante a passeata, em nenhum momento foi visto alguém preocupado com o racismo. 

Recomendados para você

Assaltantes agridem vítimas com socos e coronhadas e roubam Corolla em Criciúma

Assaltantes agridem vítimas com socos e coronhadas e roubam Corolla em Criciúma

Mais um roubo de veículo foi registrado em Criciúma. O crime da vez aconteceu por volta das...

Empresário é rendido por criminosos e tem Range Rover Evoque roubada em Criciúma

Empresário é rendido por criminosos e tem Range Rover Evoque roubada em Criciúma

Um empresário viveu momentos de terror, no início da noite desta quinta-feira, dia 14, em...

Criminoso rende vítima e toma veículo de assalto em Criciúma

Criminoso rende vítima e toma veículo de assalto em Criciúma

Por volta das 17h20min da tarde desta terça-feira, dia 5, mais um veículo foi roubado em...