Por falta de ambulância, motociclista ferido espera por mais de 40 minutos para ser atendido em Criciúma

A vítima foi socorrida por uma equipe de fora de Criciúma.

Por Redação


Por falta de ambulância, tanto do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que está em greve desde ontem, quanto do Corpo de Bombeiros, que está com todas guarnições ocupadas, um motociclista acidentado esperou por mais de 40 minutos por socorro.

A colisão que deixou o homem ferido ocorreu na avenida Luiz Lazzarin, em Criciúma. A vítima foi atendida por uma equipe de socorristas de Siderópolis.

Uma equipe do SAMU de Criciúma  chegou passar pelo local, porém disse estar indo atender um outro acidente. A PM também atendeu a ocorrência e orientou o trânsito no local. O homem foi conduzido para o Hospital São José. 

Recomendados para você

Saer e Samu salvam vida de adolescente

Saer e Samu salvam vida de adolescente

Na manhã desta terça-feira, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) solicitou...

Homem é morto a tiros em Criciúma

Homem é morto a tiros em Criciúma

O primeiro homicídio de 2018, em Criciúma foi registrado na tarde deste sábado, dia 6, no...

Homem morre após ser atingido por raio em Criciúma

Homem morre após ser atingido por raio em Criciúma

Durante a forte chuva ocorrida no final da tarde deste domingo, dia 17, em Criciúma, um homem...