Cães são deixados para trás em desocupação em Navegantes

A desocupação aconteceu após ordem judicial

Por Tcharlles Fernandes

A desocupação das comunidades Nova Canaã e Monte Sião em Navegantes nesta quinta-feira, por ordem judicial, deixou para trás animais de estimação. Cães e gatos estão em meio ao entulho das casas, que são derrubadas por máquinas. Até o início da tarde, a prefeitura ainda não possuía estimativa de quantos animais foram abandonados no local.

Ainda há pessoas na ocupação, e alguns animais têm dono. Só quando todos tiverem ido embora saberemos a quantidade que ficou disse a secretária adjunta de Saúde, Marluza Trevisan.

Segundo ela, uma equipe do Departamento Municipal de Assistência e Bem-Estar Animal (Daba) acompanha a situação desde o dia 13 de agosto, quando foi interrompido o abastecimento de água e luz e as famílias começaram a deixar a ocupação. A prioridade de recolhimento é para animais doentes ou feridos. Nesta quinta, apenas um gato foi resgatado porque estava machucado.
 
Foto: Luiz Carlos Souza, Arquivo Pessoal

A procuradoria do município informou que os dois cães fotografados pela equipe da NSC, nesta reportagem, já estão sob monitoramento.

Cães e gatos abandonados na área de ocupação serão castrados preventivamente, mas a prefeitura não possui um espaço para mantê-los. O procedimento, nesses casos, é oferecer os animais para doação, depois de castrados. Se não há famílias interessadas, eles voltam para as ruas.

Nas decisões que levaram à desocupação, a Justiça determinou uma série de condicionantes, como a exigência de que o município oferecesse um abrigo para as famílias que não tivessem para onde ir, e passagens de ônibus para quem quisesse voltar para a cidade de origem. Mas não foi exigida nenhuma providência em relação ao eventual abandono de animais.

Fonte: NSC Total

Recomendados para você

Mais de 230 motoristas flagrados ultrapassando em local proibido no final de semana

Mais de 230 motoristas flagrados ultrapassando em local proibido no final de semana

Número de infrações foram registradas somente nas rodovias federais catarinenses

Presidente da ACTU diz que demissões serão inevitáveis sem o retorno do transporte

Presidente da ACTU diz que demissões serão inevitáveis sem o retorno do transporte

Essa é a maior crise na história do Brasil.

Novo decreto da Prefeitura aumenta rigor nas medidas de isolamento social em Criciúma

Novo decreto da Prefeitura aumenta rigor nas medidas de isolamento social em Criciúma

Isolamento segue.