Por conta do frio intenso, Criciúma monta força-tarefa para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade

Pedidos de atendimentos podem ser feitos 24 horas pelo telefone 199 da Defesa Civil.

Por Tcharlles Fernandes

Com a previsão de temperaturas negativas a partir desta quarta-feira (28), o Governo Municipal montou uma força-tarefa para acolher as pessoas em situação de rua e famílias mais vulneráveis em Criciúma. 

Segundo a Epagri/Ciram, órgão que monitora as condições do tempo no estado, há possibilidade de recorde de temperatura mensal e absoluto (registro de toda série histórica) na maioria das regiões, temperatura negativa, geada generalizada, chuva congelada e neve. 

Trabalho de conscientização  

Equipes da Defesa Civil e da Assistência Social e Habitação de Criciúma estão há pelo menos três dias fazendo um trabalho em campo de explicação às pessoas em situação de rua sobre a previsão de frio intenso e as opções de abrigos no município.

Há vagas na Casa de Passagem, que terá espaço para mais 15 ocupantes, além das 27 vagas já oferecidas normalmente. Conforme o Secretário de Assistência Social e Habitação de Criciúma, Bruno Ferreira, há também parcerias com entidades do terceiro setor, como a Casa do Egresso e algumas Comunidades Terapêuticas. Nas diligências realizadas na noite desta quarta-feira, as equipes fizeram 12 abordagens, entregaram cobertores e encaminharam três pessoas em situação de rua até a Casa de Passagem.

Recomendações da Defesa Civil para enfrentar a onda de frio 

Segundo o Diretor da Defesa Civil de Criciúma, Fred Gomes, são pequenos cuidados que fazem a diferença, tanto para a autoproteção, quanto para proteger quem mais amamos. “A recomendação nestes dias mais frios é reforçar a atenção com a população mais vulnerável, como idosos, crianças e moradores de ruas. Os animais de estimação também precisam de cuidados especiais, assim é recomendado que sejam abrigados durante a noite”, explicou.

Fred reforça que é importante se manter aquecido mas evitar técnicas que possam colocar as pessoas em risco como acender churrasqueiras ou latas com combustíveis dentro de casa. “Este procedimento pode provocar incêndios, queimaduras ou causar a morte devido a inalação de monóxido de carbono”, finaliza.

Recomendados para você

Criciúma registra três assaltos em menos de duas horas na noite desta quinta-feira

Criciúma registra três assaltos em menos de duas horas na noite desta quinta-feira

Nenhuma vítima ficou ferida.

Duas pessoas morrem em acidente na BR-101 em Morro da Fumaça

Duas pessoas morrem em acidente na BR-101 em Morro da Fumaça

O acidente aconteceu na manhã deste sábado.

Advogado é preso em flagrante após bater em sua ex-esposa em Criciúma

Advogado é preso em flagrante após bater em sua ex-esposa em Criciúma

A ocorrência foi registrada no início da noite deste domingo.