Com diversas lesões pelo corpo, homem morre em Criciúma; polícia acredita em homicídio

Inaldo estava em liberdade provisória e morava na rua.

Por Tcharlles Fernandes

Morreu no final da noite desta quarta-feira (15), no Hospital São José (HSJ), em Criciúma, um homem identificado como Inaldo Deiter de Aguiar, de 42 anos de idade. Conhecido como “Rato”, Inaldo tinha 29 passagens pela polícia e estava em liberdade provisória.

De acordo com informações repassadas por familiares da vítima, no dia 30/11/2021, Inaldo que vive em situação de rua, foi levado desacordado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao HSJ, apresentando um coágulo na cabeça e com diversas lesões pelo corpo.

Nesta quarta-feira, após sofrer duas paradas cardíacas, o homem que estava internado há 16 dias, não resistiu e veio a óbito na unidade hospitalar.

O Samu, quando atendeu a vítima em uma localidade do Centro, não soube informar o que teria causado as lesões em Inaldo, contudo, devido aos múltiplos hematomas (dentes quebrados, marcas de agressões, perfurações, etc) a família acredita que Inaldo tenha sido assassinado.

A Polícia Civil (PC) registrou o fato como homicídio doloso e passa a investigar o caso a partir de agora.

Recomendados para você

Moisés diz que quarentena pode continuar por mais duas semanas

Moisés diz que quarentena pode continuar por mais duas semanas

O anúncio foi feito no início da noite desta segunda-feira.

Ja são cinco o número de pessoas infectadas por coronavírus em Criciúma

Ja são cinco o número de pessoas infectadas por coronavírus em Criciúma

O número segue aumentando.

Epagri/Ciram alerta para temporais entre a tarde e a noite desta quinta em Santa Catarina

Epagri/Ciram alerta para temporais entre a tarde e a noite desta quinta em Santa Catarina

Frente fria em deslocamento pode afetar todas as regiões do Estado, principalmente na área de divisa com o Rio Grande do Sul.