Mazola Jr. lamenta atuação do Criciúma e resume revés: "Um dia para esquecer"

Comandante ainda comenta as duas substituições no intervalo contra o CSA

Por Tcharlles Fernandes

Em busca de pontos para se afastar da zona de rebaixamento, o Criciúma visitou o CSA e não irá voltar para casa com boas lembranças na bagagem. Na tarde de sábado, em Maceió, o time catarinense pouco criou e foi envolvido pelo adversário alagoano. Em 90 minutos, três gols e quase nenhuma chance de perigo do Tricolor.

O fraco desempenho em campo foi destacado pelo técnico Mazola Júnior. Em entrevista à Rádio Eldorado, o comandante viu a equipe pouco agressiva em campo.

- É difícil explicar uma situação dessas. Acho que não competimos em momento nenhum do jogo, fomos pouco agressivos na marcação e muito menos jogando. Tentamos trocar e botamos sangue novo para ver se melhorava, mas muito pouco, criamos duas ou três chances, muito pouco. É um dia para se esquecer aqui em Maceió - disse.

Mazola Júnior avaliou a derrota fora de casa (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)

Perdendo por 1 a 0 na saída para o intervalo, Mazola resolveu voltar para a etapa final com um time diferente. Por isso, mexeu na formação e promoveu duas entradas: Marlon Freitas e Patrick. As alterações não surtiram efeito no placar, fato reconhecido pelo técnico. No entanto, o meia estreante deixou o gramado elogiado.

- Não é normal. As duas mudanças foram feitas nesse sentido, não estávamos conseguindo jogar e nem marcar, tentamos colocar sangue novo, mas não deu. Sofremos logo o gol de bola parada e acabou de desequilibrar. Gostei da entrada do Patrick, fez o que cobramos, jogou para frente. Não é um menino que vai resolver o nosso problema, mas eu gostei. Ele entrou e cumpriu - finalizou.

Fonte: Globo Esporte

Recomendados para você

Time do Criciúma se reapresenta hoje

Time do Criciúma se reapresenta hoje

O Criciúma terá no ano as disputas do Campeonato Catarinense, Copa do Brasil e Série B do Campeonato Brasileiro.

“Homem Aranha” francês escala prédio de 230 metros sem usar cordas

“Homem Aranha” francês escala prédio de 230 metros sem usar cordas

Alain Robert já escalou mais de 150 arranha-céus

Tigre bate Juventude em Caxias do Sul

Tigre bate Juventude em Caxias do Sul

Com o resultado, o time carvoeiro segue fora da zona do rebaixamento.