Boeing cai na Indonésia com 189 pessoas a bordo

A aeronave perdeu contato 13 minutos depois da decolagem do Aeroporto de Jacarta, na manhã desta segunda.

Por Redação

A agência de busca e resgate da Indonésia não acredita que haja sobreviventes após a queda do avião da Lion Air no mar ao norte da ilha de Java. A aeronave, com 189 pessoas a bordo, perdeu contato 13 minutos depois da decolagem do Aeroporto de Jacarta, na manhã desta segunda-feira (29, horário local).

"Precisamos encontrar os principais destroços. Eu prevejo que não haja sobreviventes, com base em partes do corpo encontradas até agora", disse Bambang Suryo, diretor operacional da agência, segundo a Reuters.

A imprensa internacional divulgou que seis corpos já foram retirados do mar, sem citar a fonte da informação.

As causas do acidente são incertas. Segundo a Deutsche Welle, presidente da Lion Air, Edward Sirait, disse que o avião registrou problemas técnicos em seu penúltimo voo, mas que estes foram resolvidos de acordo com os procedimentos recomendados pelo fabricante.

Ele não especificou a pane. O avião estava em operação somente há dois meses. O piloto e copiloto tinham, juntos, mais de 11 mil horas de voo.

Cerca de 160 pessoas trabalham nas buscas. Várias embarcações e helicópteros participam da operação de resgate, que procura ainda as caixas-pretas da aeronave, que serão fundamentais para o esclarecimento das causas da tragédia.

Parentes de passageiros que estavam no avião da Lion Air que caiu na Indonésia choram no aeroporto de Pangkal Pinang  — Foto: Antara Foto/Hadi Sutrisno via Reuters

Recomendados para você

Cinco catarinenses são encontrados mortos no Chile

Cinco catarinenses são encontrados mortos no Chile

As vítimas moravam em Biguaçu.

Enfermeiro admite ter matado 100 pacientes na Alemanha

Enfermeiro admite ter matado 100 pacientes na Alemanha

Maior assassino em série do país em décadas administrava remédios em vítimas e então tentava ressuscitá-las quando estavam à beira da morte.

Policial Militar da reserva catarinense e esposa são encontrados mortos na Argentina

Policial Militar da reserva catarinense e esposa são encontrados mortos na Argentina

Inicialmente, havia a informação de que a morte teria sido causada por golpes de faca. No entanto, a criminalística argentina informou à PM catarinense que o casal teria sido morto a tiros.