Mais um golpe em Criciúma; idoso é ludibriado e perde R$ 1.400 na Cidade Mineira Nova

O fato foi registrado neste terça-feira.

Por Tcharlles Fernandes

Os golpes não param de ser registrados em Criciúma. No início da noite desta terça-feira (11), a Polícia Militar registrou mais um caso. O golpe da vez aconteceu no bairro Cidade Mineira Nova. 

Um idoso de 69 anos foi vítima de um estelionatário que aplicou um velho golpe. Conforme a vítima, o bandido, também idoso, parecia ser uma pessoa idônea. 

Eu vim até Caixa Econômica Federal (CEF) para efetuar um depósito bancário. No momento em que estava saindo da agência, vi que um homem deixou cair um envelope no chão. Peguei o envelope e vi que era dinheiro. Com boa intenção, fui até o homem para devolver o envelope. Diante disso, o homem que também é idoso assim como eu falou que iria me dar uma recompensa, pois no envelope havia R$ 12 mil e era o dinheiro que seria usado para pagar os funcionários da empresa dele. O homem disse para eu ir até a empresa onde ele seria o proprietário, próximo ao hospital São José, para devolver o envelope. Falou que lá iriam me dar R$ 400 de recompensa, mas pediu que eu deixasse minha carteira com meus documentos pessoais e o envelope que eu iria depositar, contendo cerca de R$ 1.400,00. Eu deixei o envelope com ele e fui até o local informado, mas não achei a empresa. Quando abri o envelope, só tinha uma nota de real verdadeira, o resto era jornal”, diz a vítima.

A PM orientou a vítima e confeccionou um boletim de ocorrência. A Polícia Civil investiga o caso. 

Recomendados para você

Assalto a banco em Criciúma é considerado o maior da história de SC

Assalto a banco em Criciúma é considerado o maior da história de SC

O assalto entra para história.

Ladrão morre eletrocutado ao subir em poste para furtar fio em Criciúma

Ladrão morre eletrocutado ao subir em poste para furtar fio em Criciúma

O indivíduo ainda não foi identificado.

Santa Catarina: mais de mil presos são liberados por causa do coronavírus

Santa Catarina: mais de mil presos são liberados por causa do coronavírus

Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa informou que segue determinação judicial.