Policiais se mobilizam para salvar cachorro que levou tiro ao defender vítima de homicídio

O cão foi alvejado ao tentar proteger seu dono.

Por Redação

Policiais Militares de Camboriú que atendiam uma tentativa de homicídio no Bairro Monte Alegre, na noite de sábado, resgataram um cão que, na tentativa de salvar a vítima do caso, acabou levando um tiro.

O homem foi socorrido pelo Samu, mas não resistiu e morreu no Hospital Ruth Cardoso. O labrador, bastante debilitado, foi levado pelos policiais, na viatura do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT), a uma clínica veterinária. 

Segundo informações da PM, o tutor do cão é o enteado do homem assassinado. A polícia está em busca do suspeito do crime, que já foi identificado.

Cão precisa de doações

A ONG Viva Bicho está acompanhando o estado de saúde do cão e fez o encaminhamento ao veterinário. Mas precisa de recursos para pagar o tratamento do labrador, que é delicado. Os policiais de Camboriú estão mobilizados para arrecadar dinheiro e pagar os custos.

O cão está sob os cuidados da clínica Clinivet. Para ajudar, é possível procurar a clínica, pelo telefone (47) 3365-0510, ou a ONG Viva Bicho, no telefone (47) 3262-1020

Recomendados para você

MPF pede arquivamento de processos contra associações de proteção veicular em SC

MPF pede arquivamento de processos contra associações de proteção veicular em SC

Em parecer, procurador da República afirmou que não se pode aceitar a existência do monopólio das seguradoras.

Enem 2018: 24,2% dos inscritos em SC deixaram de fazer a prova

Enem 2018: 24,2% dos inscritos em SC deixaram de fazer a prova

Em Criciúma tudo ocorreu dentro do previsto.

Tupy tem 150 novas vagas de trabalho

Tupy tem 150 novas vagas de trabalho

Para participar do processo seletivo, basta comparecer na portaria 2, ao lado do posto do Corpo de Bombeiros, nas segundas e terças-feiras, às 8h.