Dá pra ganhar dinheiro com consórcio?

Com menos de R$300 ao mês você já pode investir

Por Redação Melhores Publicações

 

Sim! Com o objetivo de aumentar os rendimentos e incrementar o patrimônio, tem muita gente que está investindo em consórcio para alcançar este fim. E, é importante frisar, isso é feito de maneira legalizada e dentro das normas.

Ao longo desta matéria, conheceremos de quais formas é possível ganhar dinheiro com o investimento, mas, antes, vamos conhecer algumas vantagens de investir em um consórcio.

Diferentemente dos bancos, que cobram juros e uma entrada ao fornecerem um financiamento, o consórcio não tem juros e muito menos entrada. Além disso, o consórcio é um investimento extremamente seguro. As administradoras precisam de autorização do Banco Central do Brasil para funcionar, o que garante que se você escolher uma empresa idônea para administrar a sua carta de crédito, não tem risco.

Mas afinal, como ganhar dinheiro com consórcio?

Por ser flexível e atraente, é possível ganhar dinheiro com a carta de crédito e não apenas adquirir um bem ou serviço para uso particular.

1 - VENDENDO COTA CONTEMPLADA

Quando participamos do consórcio, concorremos via sorteio ao objeto contratado, dentro do grupo, mensalmente, na mesma frequência do pagamento das mensalidades. Quando o consorciado é sorteado, ele pode vender seu prêmio para uma pessoa de fora do grupo, ou seja, que deseja participar do grupo, mas não se programou e precisa do crédito com urgência. Assim, ele já ingressaria contemplado, pois adquiriu a sua carta de crédito

Você pode estar se perguntando, neste momento, qual a vantagem que você, contemplado, terá, ao vender seu consórcio. A gente te conta: é que, tradicionalmente, você poderá cobrar uma porcentagem (que pode chegar a 35%) sobre o valor do crédito, além do que você já pagou. Você tem na mão a contemplação, portanto, este terceiro já entraria no grupo contemplado. É o preço que se paga no mercado para que tal negociação ocorra, de maneira atrativa para ambas as partes e completamente regulamentado. Pra entender melhor como isso funciona, clique aqui e converse com um especialista na área.

2 - COMPRANDO E ALUGANDO IMÓVEIS

Pode perceber: você certamente conhece alguém que construiu um patrimônio imobiliário por meio de contemplação em consórcios. Funciona assim: você vai pagar as mensalidades mensalmente, e, uma vez sorteado, com a carta de crédito na mão, adquire seu imóvel (e continua a pagar as mensalidades contratadas, é claro).

Agora, se você alugar este imóvel, você já tem renda para continuar o pagamento das parcelas restantes. Ou seja, o investimento começa a se pagar sozinho, pois você já tem fluxo de caixa. Assim, se você quiser participar de outro grupo, para concorrer a uma nova carta de crédito, você poderá fazê-lo - e é assim que começa a construir um patrimônio bem seguro e eficiente.

Se for do seu desejo, a cada imóvel adquirido, um novo aluguel. Você poderá estar vivendo de renda, rapidinho, desta maneira. Afinal de contas, quitando um contrato de consórcio, apenas com o recebimento dos alugueis, você terá este dinheiro como lucro, diretamente na sua conta.

3 - COMPRANDO E REVENDENDO VEÍCULOS

Esta modalidade funciona de maneira muito similar à de aluguéis de imóveis, que explanamos acima. Você começa a entrar em grupos para veículos usados e revendê-los, utilizando o valor recebido por cada um para quitar as parcelas restantes.

O pessoal que está acostumado com revenda de veículos sabe bem que há sempre uma boa oportunidade para ganhar dinheiro com este tipo de venda. O negócio é comprar pelo menor valor que você conseguir e vender pelo maior valor. Contudo, iremos abrir um parenteses importante aqui: você só poderá transferir o veículo para uma outra pessoa (no caso de você vendê-lo), se o mesmo estiver quitado.

4 - FAZENDO UMA POUPANÇA FORÇADA

A gente sabe que quando tem dinheiro "parado", muita gente gasta à toa. E, pior ainda, é ele estar parado e sem render nada, como é o que acontece quando você deposita seu dinheiro na poupança. Nos dias de hoje, isso é perder dinheiro. Com o consórcio, o seu investimento será valorizado e destinado a um único objetivo, evitando, também, o "desvio" de foco.

E COMO ESCOLHER A EMPRESA CERTA PARA ADMINISTRAR?

Vale frisar que, na hora de escolher uma empresa para gerir seu contrato, é importante escolher uma que vá, além de administrar sua carta e seu grupo, estar prestes a te atender, com um serviço diferenciado e atencioso, como é o caso da renomada empresa catarinense Daniel Pedro Consórcios, que ganhou o prêmio da HS Consórcios, neste mês de fevereiro, por ser a segunda maior corretora de consórcios do Brasil, além de ter sido campeã do estado de Santa Catarina - entre 380 corretores no Brasil todo.

VOCÊ PAGA APENAS METADE DA PARCELA

Sim! É isso mesmo, esse é um diferencial da Daniel Pedro Consórcios. Você tem a opção de investir em um consórcio, pagando a metade da parcela e, quando é contemplado, é liberado o valor do crédito cheio. O que te possibilita a venda da carta de crédito que você estava pagando apenas a metade do valor.

Quer saber mais sobre como transformar seu investimento em uma fonte de renda bem atrativa? Há várias formas de ganhar dinheiro com consórcio. Então entre em contato pelo whatsapp através do botão verde abaixo que a equipe da empresa Daniel Pedro Consórcios está disposta a te ajudar.

WhatsApp Quero Falar com a Equipe

Recomendados para você

A importância das blitz para segurança do trânsito: “bandido não vem voando”

A importância das blitz para segurança do trânsito: “bandido não vem voando”

Na operação de hoje, um veículo de luxo foi apreendido por conta de débitos.

GR-9 prende bandido e apreende arma de fogo em Criciúma

GR-9 prende bandido e apreende arma de fogo em Criciúma

O indivíduo é suspeito da autoria de diversos crimes na região nos últimos dias.

Vereadora Giovana Mondardo é flagrada infringindo decreto municipal em Criciúma

Vereadora Giovana Mondardo é flagrada infringindo decreto municipal em Criciúma

A vereadora infringiu o artigo 2º do decreto municipal 327/2021, que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas nas dependências de lojas de conveniência.