Perigo: falta de iluminação na Via Rápida pode gerar acidentes e ação de criminosos

Muitos motoristas já estão evitando trafegar na rodovia por conta do medo.

Por Tcharlles Fernandes

A falta de iluminação ao longo da Via Rápida, rodovia que liga Criciúma à BR-101, tem causado a apreensão de motoristas que passam pelo local. 

Inaugurada em 2017 e estadualizada em novembro de 2019, o trecho possui 12,7 quilômetros de extensão e custou cerca de R$ 150 milhões aos cofres públicos. Projetada para receber 22 mil veículos por dia, desde sua inauguração a estrada está às escuras.

De acordo com a coordenação regional de infraestrutura do Deinfra, um projeto de iluminação já foi entregue a Celesc, porém deve sofrer adaptações. Anteriormente era para ser iluminado todo o trecho, mas o orçamento foi reduzido. Com isso, a iluminação será realizada apenas em alguns pontos, ou seja, nos pontos mais estratégicos. 

Por conta do medo da ação de criminosos no local devido à falta de iluminação, muitos motoristas estão evitando trafegar na rodovia no período noturno. "É melhor usar outra rota pra chegar até na BR-101. Quando vou pela Via Rápida, por causa do medo de ser assalto acabo dirigindo em alta velocidade e isso pode acabar provocando um acidente", disse um motorista que não quis se identificar. 

 

Recomendados para você

Operação deflagrada na prefeitura de Criciúma investiga contratos criminosos que superam R$ 20 milhões

Operação deflagrada na prefeitura de Criciúma investiga contratos criminosos que superam R$ 20 milhões

Durante a operação, foram apreendidos cerca de R$ 300 mil, uma pistola 7.65mm e um revólver 38.

Transporte público retorna na próxima segunda-feira em Criciúma

Transporte público retorna na próxima segunda-feira em Criciúma

A medida foi anunciada há instantes

Em meio à pandemia, prefeitura de Criciúma gasta R$ 49 mil com tintas para grafite

Em meio à pandemia, prefeitura de Criciúma gasta R$ 49 mil com tintas para grafite

O contrato foi assinado dia 16/03/2020 e vigorará até 31/12/2020.