Perigo: falta de iluminação na Via Rápida pode gerar acidentes e ação de criminosos

Muitos motoristas já estão evitando trafegar na rodovia por conta do medo.

Por Tcharlles Fernandes

A falta de iluminação ao longo da Via Rápida, rodovia que liga Criciúma à BR-101, tem causado a apreensão de motoristas que passam pelo local. 

Inaugurada em 2017 e estadualizada em novembro de 2019, o trecho possui 12,7 quilômetros de extensão e custou cerca de R$ 150 milhões aos cofres públicos. Projetada para receber 22 mil veículos por dia, desde sua inauguração a estrada está às escuras.

De acordo com a coordenação regional de infraestrutura do Deinfra, um projeto de iluminação já foi entregue a Celesc, porém deve sofrer adaptações. Anteriormente era para ser iluminado todo o trecho, mas o orçamento foi reduzido. Com isso, a iluminação será realizada apenas em alguns pontos, ou seja, nos pontos mais estratégicos. 

Por conta do medo da ação de criminosos no local devido à falta de iluminação, muitos motoristas estão evitando trafegar na rodovia no período noturno. "É melhor usar outra rota pra chegar até na BR-101. Quando vou pela Via Rápida, por causa do medo de ser assalto acabo dirigindo em alta velocidade e isso pode acabar provocando um acidente", disse um motorista que não quis se identificar. 

 

Recomendados para você

Mulher é flagrada furtando chocolate em supermercado de Criciúma

Mulher é flagrada furtando chocolate em supermercado de Criciúma

A autora informou que queria dar o chocolate para seu filho, mas estava sem dinheiro para pagar.

Polícia Militar apreende máquinas usadas em jogos de azar no bairro Santa Barbara

Polícia Militar apreende máquinas usadas em jogos de azar no bairro Santa Barbara

A ocorrência aconteceu por volta das 23h.

Empresa de Araranguá adquire startup que participou do programa Shark Tank Brasil

Empresa de Araranguá adquire startup que participou do programa Shark Tank Brasil

A OiMenu realizou a aquisição da Styme, foodtech que recebeu aportes de investimentos do ator e empresário Caio Castro e da investidora-anjo Camila Farani.