Moradores da costa leste dos EUA deixam litoral enquanto furacão Florence se aproxima

Governo obrigou que 1,7 milhão de pessoas deixassem as cidades do litoral. Com ventos de 225 km/h, Florence deve atingir a Carolina do Norte entre a noite de quinta e a manhã de sexta-feira.

Por Redação

Moradores da costa leste dos Estados Unidos estão deixando o litoral enquanto o furacão Florence se move sobre o Oceano Atlântico nesta quarta-feira (12) e se aproxima do território americano.

Com ventos contínuos máximos de 225 km/h, a trajetória do Florence indica que o furacão deve atingir a costa sul da Carolina do Norte entre a noite de quinta e a manhã de sexta-feira, disse o Centro Nacional de Furacões (NHC, em inglês).

Estrada na Carolina do Sul teve inversão de sentido de faixa para que moradores do litoral do estado saiam para áreas mais altas — Foto: Sean Rayford/AP PhotoEstima-se que o Florence será o pior furacão a atingir o país em décadas. Ele é classificado como um furacão de categoria 4, em uma escala que vai até 5.

O fenômeno ameaça provocar ondas enormes, chuvas torrenciais de até 89 centímetros e inundações severas em partes dos estados de Carolina do Sul, Carolina do Norte e Virgínia.
 
As principais estradas da região foram tomadas por filas de carros, caminhonetes e caminhões carregados em direção às partes mais altas, enquanto universidades, escolas e fábricas estão sendo fechadas. O governo obrigou que 1,7 milhão de pessoas deixassem as cidades do litoral.

Da Casa Branca, o presidente Donald Trump pediu que a população obedeça as ordens de evacuação, insistindo que "se pedirem a vocês que vão embora, saiam".

"Esta será uma tempestade muito maior do que vimos em décadas", declarou Trump, destacando a preparação do governo. "Não economizamos nenhum gasto", disse.

Recomendados para você

Guaidó diz que tem apoio dos militares e convoca venezuelanos às ruas

Guaidó diz que tem apoio dos militares e convoca venezuelanos às ruas

Autoproclamado presidente, líder opositor falou sobre "fase final da Operação Liberdade".

Policial Militar da reserva catarinense e esposa são encontrados mortos na Argentina

Policial Militar da reserva catarinense e esposa são encontrados mortos na Argentina

Inicialmente, havia a informação de que a morte teria sido causada por golpes de faca. No entanto, a criminalística argentina informou à PM catarinense que o casal teria sido morto a tiros.

A ponte que simboliza o desespero do êxodo venezuelano

A ponte que simboliza o desespero do êxodo venezuelano

Ponte que liga San Antonio del Táchira, na Venezuela, a Villa Del Rosario, do lado colombiano, se tornou símbolo do êxodo de venezuelanos.