Criminoso é preso após matar a mãe com mais de 30 facadas

Mulher de 50 anos chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

Por Redação

Um jovem de 20 anos foi preso na madrugada deste domingo (14) suspeito de matar a mãe com 31 facadas no bairro Jardim 2000, em Itápolis, no interior de São Paulo. Luzia Aparecida Oraveis, de 50 anos, foi encontrada no chão de casa e chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

De acordo com a polícia, o crime teria ocorrido depois de uma discussão entre mãe e filho. A vítima foi atingida nas regiões do rosto, tórax, abdômen e braços.

Policiais foram chamados após gritos serem ouvidos vindos do imóvel. O suspeito Leonardo Oraveis foi localizado e detido no telhado da casa. No quarto dele, os agentes encontraram 287 pinos de cocaína.

Oraveis estava apenas de cueca e foi levado para a delegacia, segundo a polícia. Vizinhos contaram que eram comuns suas brigas com a mãe por causa do envolvimento com as drogas.

Autuado em flagrante por homicídio doloso, ele também responderá por tráfico de drogas.

Recomendados para você

Decreto que obriga homens a servir ao Exército no carnaval é falso

Decreto que obriga homens a servir ao Exército no carnaval é falso

Planalto diz que documento com medida de urgência devido à crise na Venezuela, que circula nas redes sociais, não é oficial.

Corpo de turista de Florianópolis é encontrado em Arraial do Cabo, no RJ

Corpo de turista de Florianópolis é encontrado em Arraial do Cabo, no RJ

Desaparecida desde domingo, Fabiane foi localizada em meio à vegetação, nua e junto aos pertences

Bolsonaro diz que se eleito 'bandidagem vai morrer' porque União não repassará recursos para direitos humanos

Bolsonaro diz que se eleito 'bandidagem vai morrer' porque União não repassará recursos para direitos humanos

Bolsonaro afirma que ONGs de direitos humanos prestam um 'desserviço' ao Brasil.